[: Instituto :] [: Escola Casa Via Magia :] [: Museu do Processo :]

Oficinas de Pontos de Cultura

2011:

. Produção de Conteúdo Digital


2010:

. Produção Cultural


2006:

. Pornográfico - um Gráfico Público

. Oficina de Capoeira Regional

. Um Roteiro para o Bairro

. Oficina de Poesia




Ponto de Cultura - CUCA

• Título: Pornográfico - um Gráfico Público.

Descrição: A partir de dez perguntas formulada pelos próprios participantes, com respostas sim ou não, criaremos um gráfico baseado na proposta de Caio Fazolin (arquitetura - SP) e Milena Durante (artes visuais - SP).

Cinco folhas de papel cartão cores diferentes.
Cada participante precisa de uma folha de papel em branco e uma caneta. A faixa etária dos jovens esta entre 14 a 21 anos.

Topo



Ponto de Cultura - GRUPO DE CAPOEIRA GINGA E MALÍCIA

• Título: Oficina de Capoeira Regional

Descrição: Um pequeno relato sobre quem foi Mestre Bimba e a importância da Capoeira. A Oficina pretende ser um estímulo para práticas de capoeira regional, por seu valor físico, social e cultural. Nela haverão mostras dos toques de berimbau, roda de capoeira e práticas de respeito ao próximo.

• Prof. Negrizu (Carlos Pereira dos Santos)

Pretende-se desenvolver um trabalho no qual corpo, som e movimento estejam harmonicamente interligados numa dinâmica constante, trazendo conscientização e valorização da cultura afro-brasileira. Buscamos atender às necessidades de cada participante, tentando dissolver a tensão através de exercícios de concentração. Além disso, haverá uma preparação de corpo através de alongamento, respiração, flexibilidade, relaxamento, exercício de solo, elevação, impulsão e postura, buscando uma melhor desenvoltura através de ritmo e interpretação, incentivando o trabalho coletivo, e da auto-estima, trabalhando com prazer.

“A dança afro tem nos oferecido uma experiência muito legal, além de melhorar a postura do corpo, ela nos ensina mais sobre nossa cultura afro-brasileira. Tivemos também muitas apresentações com um tema muito legal: o Alafia Fatumbi, a história de um babalaô. Foi muito legal. Expectativas a mil. Tentem a mesma experiência. "
Lucas Martins, 17 anos

“ Eu gosto muito de dançar por isso, escolhi a oficina de dança afro. Eu acho que a dança tem o objetivo de nos ajudar de alguma forma, seja espiritualmente no nosso interior ou materialmente. Para mim, melhorou a convivência com meus familiares, amigos, parentes e colegas. Também aprendi a conviver em grupo com outros alunos de dança, e o professor é uma pessoa muito legal, gosto muito dele. Depois que eu entrei para dança afro eu mudei muito, mas mudei pra melhor, o que é uma coisa boa. Meu pai adorou o meu empenho com a dança e eu também. A dança também é uma forma de esquecer os problemas e ficar de bem com a vida”.
Gabriela Ribeiro da Silva, 15 anos

Topo


Ponto de Cultura - Projeto Ubuntu - VIA MAGIA

• Título: Um Roteiro para o Bairro

Descrição: Um turismo diferenciado, fora dos cenários fabricados pela indústria do entretenimento e distanciado das prisões dos grandes Resorts. Um turismo de convivência, pesquisa e solidariedade. De encontro e aprofundamento das relações com a diversidade cultural do lugar. A oficina visa traçar hipóteses de roteiros turísticos no bairro da Federação com propostas como a da acolhida em casas de famílias, experiências em organizações sociais, conhecimento de saberes e práticas tradicionais.

Topo

Ponto de Cultura - CRIA

• Título: Oficina de Poesia

Descrição: Oficina da palavra tem como objetivo trabalhar o olhar poético, tendo a expressão como exercício de sobrevivência. Ter a poesia como instrumento de transformação, participação. Zeca de Magalhães coordena o Grupo CRIAPOESIA, é poeta com participação em diversos movimentos poéticos no Rio de Janeiro (Feira de Poesia da Cinelândia, Mostra de Publicações Livres no SESC SENAC/ Copacabana) e na Bahia (Movimento Poeta na Praça). Tem publicado os livros O Nome do Vento e A oeste do meu Coração (Sec. Cultura/ Ba) e diversos fanzines e livretos com edição do autor.

O número de participantes pode ser de 25 a 30 pessoas e o material ulitizado é: Papel ofício, lápis, borracha, pilotos coloridos, revistas velhas para recorte, tesouras e cola. Ressalto que o local a onde deverá ser a oficina, deve ser de cadeiras móveis, para que possamos trabalhar com o chão e fazer movimentos com o corpo.

Topo

  2011 ©Copyright - Todos os direitos reservados a Casa Via Magia.