[: Instituto :] [: Escola Casa Via Magia :] [: Museu do Processo :]

Festival Um Ponto Ubuntu


14 - Diálogo com os Mestres da Cultura Popular

Mestres dos diversos ofícios estarão dialogando com jovens convidados de diversos Pontos de Cultura da nossa cidade. Saberes e fazeres da tradição popular, fazem parte do repertório de conhecimento que será compartilhado neste exercício de convívio entre gerações, em uma aula-espetáculo participativa.

Eles são pessoas reconhecidas pelo notório saber em seu ofício ou por desenvolverem atividades de relevância cultural e social em suas comunidades. Agentes culturais com aptidões diversas – da capoeira e maculelê ao samba de roda, da arte de contar histórias ao repente e desafio, da renda à gastronomia –, os mestres da tradição atuam de forma decisiva na formação das novas gerações.

Iniciativas de outras instituições, como a Fundação Gregório de Mattos (Prefeitura Municipal de Salvador), nos auxiliam e tornam-se parceiras na tentativa de valorizar as manifestações culturais e, sobretudo, o trabalho dos mestres populares – que também poderíamos chamar Tesouros Vivos da Humanidade. A Fundação, com o programa Mestres Populares da Cultura, prevê a seleção de projetos elaborados por grupos de jovens protagonistas, com experiências de liderança comunitária e realização de eventos culturais em suas localidades de origem, que devem elaborar a programação de um Festival Cultural, tendo um ou mais mestres da cultura como centro da homenagem.

No Um Ponto Ubuntu Festival alguns Mestres estarão presentes e serão homenageados, sendo eles: Mestre Nelito, Valdina Pinto, Queinho, Valdir da Cuíca, e Mestre Mala.


MESTRE NELITO

Mestre Nelito nasceu em Santiago do Iguape, distrito de Cachoeira. Nelito veio para Salvador em 1958, onde fundou o grupo de Samba Chula Os Vendavais que tem a chula e o samba corrido como suas principais fontes rítmicas. Outras importantes participações suas são a direção da bateria da Mudança do Garcia e a capoeira, arte na qual também é mestre. Morador do bairro do Engenho Velho da Federação, Mestre Nelito desenvolve com os adolescentes da comunidade uma oficina de percussão tendo como base as diversas variações de samba do Recôncavo.


VALDINA PINTO

Valdina Pinto é Makota do terreiro Tanuri Junssara, com sede no Engenho Velho da Federação. Educadora aposentada da rede publica municipal é uma referência para as comunidades do bairro e da cidade, sendo reconhecida como mestra nos ambientes intelectuais nacionais e internacionais pela articulação entre a prática e a teoria da sabedoria bantu. É membro do conselho diretor do Fórum Cultural Mundial.

 

VoltarVoltar
  2011 ©Copyright - Todos os direitos reservados a Casa Via Magia.